Hospital Alcides Carneiro contrata mais pessoas com deficiência e se destaca na inclusão social

Nesta quinta-feira (30), o Serviço Social Autônomo Hospital Alcides Carneiro (Sehac) formalizou a contratação de mais uma turma de pessoas com deficiência (PCDs) para atuar no HAC. Com a chegada de 12 novos funcionários, o número de PCDs trabalhando no hospital, que em dezembro de 2021 era de apenas 42, agora chega a 65, integrando pessoas com deficiência física, visual, mental, surdos e também reabilitados.

O prefeito Rubens Bomtempo comemorou a novidade e enfatizou a importância da inclusão social no mercado de trabalho. “A contratação desses profissionais, que enfrentam mais dificuldades para conseguir uma colocação no mercado de trabalho, é uma demonstração de compromisso com a inclusão social e a valorização da diversidade. É preciso termos esse olhar de cuidado e de valorização com cada cidadão”, declarou o prefeito.

O trabalho de inclusão social que vem sendo desenvolvido no HAC pela Prefeitura, por meio do Sehac, fez com que a cota de funcionários PCDs saltasse de 3,6% em dezembro de 2021, para 5% em março de 2023, atingindo o estabelecido pela legislação federal. Com a medida, 33 setores do HAC e das Upas Centro, Cascatinha e Itaipava já contam com PCDs em seus quadros e a previsão é de que esse número seja ainda maior em breve.

“É fundamental que as empresas públicas e privadas sigam esse exemplo, garantindo oportunidades igualitárias para todas as pessoas, independentemente de suas condições físicas ou mentais. A saúde tem um papel importante nesse sentido e é preciso que continuemos avançando nessa área. Estamos trabalhando para implementar novas políticas e ações que possam contribuir ainda mais com essa causa”, destacou o secretário de Saúde Marcus Curvelo.

HAC será o primeiro hospital da região serrana a contar com intérprete de LIBRAS para pacientes e funcionários

Outra novidade importante anunciada nesta quinta-feira foi a contratação de uma intérprete de Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS). Além de atuar na integração dos funcionários, a intérprete também trabalhará diretamente na facilitação da comunicação com os pacientes, visitantes e acompanhantes surdos. Com essa medida, o Hospital Alcides Carneiro se torna o primeiro hospital público da região serrana a oferecer esse tipo de atendimento especializado na inclusão de pessoas com deficiência.

“A inclusão social é uma prioridade e estamos trabalhando para ampliar as ações nesse sentido. O objetivo é que o HAC se torne uma referência em inclusão e diversidade. Esta é uma excelente notícia para a população da região serrana, que agora contará com um atendimento mais inclusivo e acessível no hospital público”, destacou o diretor-presidente do Sehac, Ricardo Patuléa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *