Sehac reforça enxovais do Hospital Alcides Carneiro e das Upas

Chegaram, nesta quinta-feira (2), 393 cobertores de microfibra e 300 lençóis adquiridos em caráter emergencial pelo Serviço Social Autônomo Hospital Alcides Carneiro (Sehac) destinados à hotelaria do Hospital. O material atenderá os pacientes internados nos 257 leitos da unidade, distribuídos entre a UTI, Clínicas Médicas Masculina e Feminina, Ambulatório, Unidade Pós-Cirúrgica (UPC), Posto de Urgência (PU), Pediatria, Maternidade, UTI Neonatal, Centro Cirúrgico e isolamentos.

As Upas Centro, Cascatinha e Itaipava, que da mesma forma sofrem há anos com os baixos estoques, também contarão com um reforço nos seus enxovais em um prazo estimado de 20 dias, quando chegam novos lençóis e cobertores comprados em caráter emergencial.

Em dezembro, quando teve início a atual gestão do Sehac, foi iniciado um trabalho de reorganização e levantamento geral dos enxovais pela Hotelaria sob o comando do Gerente Adriano de Paula, que, junto à sua equipe, precisou contornar o desabastecimento do setor. Com a chegada do frio nas últimas semanas e a proximidade do inverno, o material vem para garantir o conforto dos pacientes de maneira definitiva.

Além destas aquisições, o Sehac também deu início à uma licitação para a compra de 900 toalhas de banho e 900 toalhas de rosto, ambas confeccionadas em material 100% algodão, destinadas tanto para o HAC quanto para as três Upas e que serão utilizadas para acabar com o improviso nos banhos dos pacientes, que utilizavam lençóis para se enxugar.

O Prefeito Rubens Bomtempo comemorou a chegada do material. “Estamos muito felizes em poder oferecer um maior conforto aos nossos pacientes. Assumimos o compromisso de recuperar o Alcides Carneiro e entregar um serviço digno para a população, e é isso que estamos fazendo, com muito trabalho e seriedade”, afirmou.

O diretor-presidente do Sehac, Ricardo Patuléa, destacou a importância da aquisição. “Nós últimos anos os pacientes sofreram muito com o frio por falta de cobertores apropriados e em bom estado, principalmente no inverno. Este material chega para acabar com a irresponsabilidade e descaso com que os internados eram tratados, cuidando do bem-estar dos pacientes que precisam da rede pública municipal de saúde”, declarou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *